Bem-vindo 2019

O meu sonho de mulher começou aos 20 anos após ver meu namorado viajar sozinho pela Tailândia... Logo, pensei: Por que não? 

Ao ler os posts passados, percebo uma personagem se descobrindo e tentando desbravar o mundo mas ainda há muito medo; tirando o foco do blog que é para ajudar mulheres que viajam sozinhas... Então, através deste post vou direcioná-los para tal com minha nova visão e missão de vida: Ser Feliz! 

Meu 2019 começou em Guarapuava (PR)
A cidade de Guarapuava encontra-se no estado do Paraná, estando próxima de destinos famosos como Curitiba, Foz do Iguaçu, Maringá e Joinville; sendo um ótimo lugar para passar uns 3 dias e aproveitar o clima frio. Os guarapuavanos são bem receptivos e bem prestativos também! 

O grande charme da cidade é a natureza, já que está localizada na Serra da Esperança, sendo bem arborizada.

Dia 1:

-Parque do Lago: fica próximo ao centro da cidade e é maravilhoso, roubando a cena durante o Natal, pois as crianças da cidade se vestem de anjos e cantam ao redor do lago. No Ano-Novo os fogos são lançados desse parque e nas demais ocasiões é um ótimo lugar para fazer um piquenique, relaxar, praticar atividade física e turistar também. 

Coral dos anjos. Fonte: Prefeitura de Guarapuava

Coral dos anjos. Fonte: Gazeta do Povo

Ano Novo no Parque do Lago. Fonte: Prefeitura de Guarapuava

- Centro: O centro de Guarapuava tem lojas de grife e lojas com preços mais acessíveis, contudo eu recomendo conhecer as cafeterias e sorveterias do centro que, na minha opinião, são a atração da cidade. Aos sábados tem uma feira de adoção de animais na praça do centro e também há uma feira de frutas, verduras e em especial o mel puro, custando R$20,00 - R$25,00 o kilo.

- Shopping Cidade dos Lagos: Perto de Guarapuava tem a Cidade dos Lagos que é uma cidade projetada, tendo há pouco tempo inaugurado o primeiro Shopping. Não se deixem enganar, a cidade pode ainda estar em crescimento mas o shopping é grande e lindo, bem do jeito que paulista gosta.

Dia 2:

- Parque Salto São Francisco: Fica há 1h de Guarapuava, sendo necessário ter um carro ou moto para chegar lá e vá preparada(o) para passar o dia no parque.

O encanto começa na estrada, sendo uma região de plantação e com a possibilidade de visitar as fazendas. Após passar pelas fazendas, pega-se uma estrada de terra e logo chega-se ao Parque Salto São Francisco, nele é possível fazer uma trilha pequena para observar o topo da cachoeira e depois tomar um banho na cachoeira dos Cavalheiros OU fazer uma trilha de 3h para chegar no pé da cachoeira do Salto São Francisco e depois subir para tomar um banho na cachoeira dos Cavalheiros.

O Parque não tem um restaurante, então sugiro que levem lanche, água e sacola para o lixo; perto da entrada do parque tem uma lanchonete bem legal para aqueles que quiserem comer por lá. Não esqueçam de levar repelente.


Topo do Salto São Francisco. Fonte: @annacirne


Vista do topo da Cachoeira do Salto São Francisco (onde estávamos na foto anterior). Fonte: @annacirne


Fonte: @annacirne


Cachoeira dos Cavalheiros. Fonte: @annacirne


Salto São Francisco. Fonte: @annacirne


- Parque das Araucárias: Este parque fica próximo da rodovia, então acho interessante que o visite após voltar do Salto São Francisco ou passar uma tarde nele e sentar-se nos bancos,observar o pôr do sol ou ler um bom livro.

Estufa do Parque das Araucárias.Fonte: Redes Sul de Notícias



Trilha no Parque das Araucárias. Fonte:Diário Indústria & Comércio 

Dia 3:

- Entre Rios: Ainda em Guarapuava existe um distrito chamado Entre Rios que é composto por cinco colônias do leste europeu, tendo museus, cervejas, comidas e festas típicas e atrações como o Jordãozinho e o Salto Jerônimo.


Salto São Jerônimo. Fonte: Blog Kuster Hotel


Donau Bier. Fonte: Blog Kuster Hotel



Souvenir Abser. Fonte: Blog Kuster Hotel



Museu da história suábia. Fonte: Blog Kuster Hotel


- Prudentópolis: É uma cidade colonizada por ucranianos que fizeram questão de manter alguns costumes como festas típicas, lígua mãe e durante a Manhã do Natal as crianças do coral se vestem de anjo e cantam em ucraniano. Prudentópolis fica há 1h de Guarapuava e ao ir no Salto São Francisco passa-se por Prudentópolis também; isto ocorre porque o Parque faz divisa com essas cidades.

ONDE FICAR: Até o momento desconheço algum Hostel mas a cidade é bem servida de hotéis e também tem a possibilidade de Airbnb.

COMO CHEGAR: Tristemente a cidade ainda não possui aeroporto para vôos comerciais, apenas para jatos privados. Se não tiver a opção de viajar de carro, os outros únicos modos de chegar em Guarapuava é de ônibus; saindo de São Paulo são 11h à 13h de viagem pelas empresas Pluma, Catarinense e Nordeste - a passagem custa entre R$ 100,00 e R$170,00 - OU ir de avião até Curitiba e pegar um ônibus na rodoviária para Guarapuava (Curitiba fica à 5h de distância de Guarapuava).

DICA:

A cidade é bem segura, fácil de andar mas a mobilidade é restrita, sendo necessário ter um veículo ou moto para visitar os pontos turísticos da cidade, pois são distantes entre si e desconheço locais para locação de bicicletas. Apesar de possuir opções interessantes de bares e balada ainda não tem muito Uber disponível durante a madrugada... a melhor opção é o táxi.

Mesmo durante o verão chove bastante na cidade e a temperatura cai  à noite, então levem casaco e guarda chuva.


Espero que essas dicas ajudem a explorar um pouco mais o nosso Brasil! Compartilhem suas experiências em Guarapuava aqui nos comentários!!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Acampar em Ilhabela

Ilhabela & Ubatuba - 4 dias